ASSOCIAÇÃO ENTRE TRABALHO INFANTIL, APRENDIZAGEM, E FREQUÊNCIA ESCOLAR NO ESTADO DE SANTA CATARINA

  • sarah de Araújo Carvalho mte
  • Alberto de Souza MTE
Palavras-chave: Aprendizagem, Trabalho infanti Evasão escolar, Auditoria

Resumo

RESUMO

OBJETIVO: Analisar a associação entre o trabalho infantil, contratação de aprendizes, e frequência escolar no Estado de Santa Catarina.  MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal de base populacional, que utilizou dados do IBGE sobre Trabalho Infantil, e dados sobre a contratação de aprendizes contidos no relatório IDEB dos 295 municípios do Estado de Santa Catarina. Estimou-se a associação entre as variáveis estudadas por meio do método estatístico do tipo regressão linear, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Verificou-se, por meio de regressão linear, a associação entre a não contratação de aprendizes e o trabalho infantil (p =0,000000) e a evasão escolar (p =0,000000) no Estado de Santa Catarina. Por meio do modelo de regressão linear múltipla pode-se inferir que 75% da variabilidade na contratação de aprendizes no estado de Santa Catarina podem ser explicados pelo trabalho infantil e evasão escolar, demonstrando que estes fatos sociais estão intimamente relacionados. CONCLUSÕES: Os achados deste estudo corroboram a hipótese de que há forte associação estatística entre a aprendizagem, o trabalho infantil e a evasão escolar no Estado de Santa Catarina, revelando a interligação entre estes fatores. Dessa forma, a Auditoria-Fiscal do Trabalho ao atuar no incremento da contratação de aprendizes, acarreta redução do trabalho infantil e vice-versa, já que a ação em um gera efeitos no outro, gerando inclusive reflexos sociais para além do escopo direto da Inspeção Federal do Trabalho, como, por exemplo,  na evasão escolar.    

Descritores: Aprendizagem, Trabalho infantil, Evasão escolar, Auditoria


 

Association between child labor, hiring apprentices and school attendance in the state of Santa Catarina

 

Summary

Objective: To analyze the association between child labor, hiring apprentices, and school attendance in the state of Santa Catarina.  Methods: This is a cross-population-based study, which used IBGE data on child labour, and data on the hiring of apprentices contained in the IDEB report of the 295 municipalities of the state of Santa Catarina. The association between the variables studied by means of the statistical method of the type linear regression was estimated, with a significance level of 5%. Results: It was verified, by means of linear regression, the association between the non-hiring of apprentices and the child labor (P = 0.000000) and the truancy (P = 0.000000) in the state of Santa Catarina. Through the multi-linear regression model it can be inferred that 75% of the variability in the hiring of apprentices in the state of Santa Catarina can be explained by child labor and school evasion, demonstrating that these social facts are intimately Related. Conclusions: The findings of this study corroborate the hypothesis that there is a strong statistical association between learning, child labor and school avoidance in the state of Santa Catarina. Thus, the Fiscal audit of the work by acting in the increase of the hiring of apprentices, involves reduction of child labor and vice versa, since the action in one generates effects in the other, generating even social reflections beyond the direct scope of the inspection Federal Labour, for example in school dropouts

Publicado
2018-12-10